Escoliose

A escoliose é a principal deformidade que afeta a coluna vertebral, definida por uma curvatura lateral, em forma de “S” ou “C”, com risco de atingir qualquer região da coluna, principalmente a lombar e torácica. Afeta de 2% a 3% da população em geral. 


Pode estar presente desde o nascimento, se desenvolver durante a infância ou surgir na adolescência - o que é mais comum - e também atinge adultos. Na maioria dos casos, apresentam quadros leves. 
 

A condição pode piorar ao longo do tempo, caso não seja tratada, em especial durante o estirão de crescimento na adolescência, quando a progressão da curva pode ocorrer de forma acelerada. 

escoliose-criança.jpeg

O diagnóstico precoce é de extrema importância e para que haja a oportunidade de instituir o tratamento conservador, o que pode mudar a história natural da doença.  

CAUSAS - A maioria dos casos, de 60% a 80%, não têm causa definida (são chamadas idiopáticas), mas também podem ser congênitas ou causadas por lesões neurológicas e medulares ou associadas à síndromes.
Diversas doenças podem apresentar escoliose na sua evolução.

 

É muito importante fazer o diagnóstico, pois algumas dessas patologias necessitam avaliação e acompanhamento de outros especialistas, como neurologistas, geneticistas, etc. Além disso, cada uma dessas doenças de base deve ser tratada de forma diferenciada.